quarta-feira, 7 de março de 2012

Cuba fará testes para examinar eficácia de vacina contra aids

Fonte: Agência Brasil, por Renata Giraldi

Pesquisadores de Cuba farão, ao longo deste ano, testes clínicos em seres humanos soropositivos com uma vacina contra a aids. O microbiólogo cubano Enrique Iglesias disse que os testes feitos com ratos de laboratório foram bem-sucedidos e indicam sinais positivos em humanos. A informação foi dada durante o Congresso Internacional de  Biotecnologia em Havana 2012.

“Esse é o primeiro teste que realizamos em humanos. O objetivo é obter segurança e observar se após a sua aplicação ocorrem reações secundárias, como febre, inflamação na área de inoculação ou dores de cabeça”, disse Iglesias. “Ainda há um longo caminho a percorrer”.

Os testes serão feitos em 26 soropositivos, que ainda não estão doentes e que decidiram, de forma voluntária, participar das análises. De acordo com os dados oficiais do governo de Cuba, no país há 15.824 casos de aids.

De acordo com o pesquisador, a vacina é composta por um produto denominado Teravac-HIV-1, que tem três proteínas, uma delas obtida por meio de engenharia genética, e pretende alcançar uma resposta celular contra o vírus, destruindo as células infectadas.

Iglesias disse que inicialmente serão feitos testes primários. “Não se pretende gerar falsas expectativas sobre uma possível eficácia terapêutica”, alertou. Segundo ele, será preciso fazer mais pesquisas. Participam dos testes biólogos, médicos e especialistas do Centro de Engenharia Genética e Biotecnologia e do Instituto de Medicina Tropical Pedro Kouri, de Havana.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa.
Postagem Anterior
Proxima Postagens

Postado Por:

Defesa e Cidadania da Mulher é uma organização não governamental de Praia Grande/SP, nomeada Utilidade Pública e sem fins lucrativos. Desde 2005, atuamos nas bases: social, educacional, profissionalizante e cultural, destinadas à conscientização, assistência e amparo às mulheres de qualquer idade, raça ou religião, possibilitando-a que esta exerça a sua cidadania de forma consciente, visando na erradicação da Violência Doméstica.

0 comentários: