Quem Somos

Conheça a Ong DCM

Doações

Saiba como fazer a sua doação

Seja um Voluntário!

Saiba como se tornar um voluntário

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Curta Santos promove concurso para grávidas

Fonte: PMS-Secom (Da Redação)

Com o tema Para Todas as Mulheres do Mundo, o Curta Santos – Festival Santista de Curtas Metragens realiza concurso cultural para encontrar a mamãe da 9ª edição. Até o dia 1º de julho, grávidas entre o sétimo e oitavo mês de gestação podem participar da promoção.

A escolhida vai estrelar as imagens do catálogo oficial do Festival, distribuído nos principais polos cinematográficos do Brasil, além de ilustrar o hotsite do Curta Santos. As interessadas devem enviar uma foto de corpo inteiro e breve descrição pessoal, com dados de contato, para este e-mail .

Fazendo alusão ao poder feminino, o logo do festival apresenta versão da obra que retrata Leila Diniz (1945 - 1972). A atriz quebrou tabus e foi a primeira a ser fotografada no país grávida e de biquini.

Já aqueles que desejam inscrever seus vídeos no Curta Santos, para as quatro mostras competitivas (Olhar Caiçara, Olhar Brasilis, Videoclipe Caiçara e Videoclipe Brasilis), têm até 17 de junho, neste site.

SAÚDE ONG DCM - Cistite faz com que mulheres se automediquem

Fonte: Da Redação
Ilustração: Divulgação

O diagnóstico preciso de um médico evita a recorrência da doença


A cistite é uma infecção na bexiga causada, na maioria das vezes, pela bactéria Escherichia coli, encontrada normalmente no intestino e muito comum em mulheres. A sensação é de extremo mal estar, pois provoca ardência na hora da micção, escassez na urina, dores na bexiga, febre e em alguns casos até presença de sangue ao urinar. É denominada cistite recorrente, quando a paciente apresenta mais de 3 a 4 infecções ao ano.

Quando o problema acontece com frequencia é comum que algumas mulheres se automediquem, colocando a sua saúde em risco expondo-se a novos episódios de infecção, uma vez que o tratamento repetitivo feito com antibióticos pode não ser mais eficiente quando a bactéria torna-se resistente a esse tipo de medicação. Por isso, a informação e o diagnóstico preciso de um médico são essenciais.

“Estudos demonstram que a prevenção da recorrência por meio de antibioticoterapia prolongada por 12 a 24 meses, quando descontinuada, leva a uma recorrência em 60% das mulheres em 3 a 4 meses. Uma opção eficaz que existe hoje para prevenção da recorrência, é por meio do fortalecimento das defesas imunológicas dos pacientes, com a vantagem de não causar resistência bacteriana. O tratamento tem por base a imunoterapia oral, reduzindo consideravelmente a freqüência da repetição da doença porque atua na causa
da recorrência por estimular as defesas naturais do indivíduo”, afirma Dra. Rita de Cássia Salhani Ferrari, médica pesquisadora do Laboratório Apsen.

O problema também pode afetar homens e crianças, mas são nas mulheres que estão presentes as condições favoráveis para o desenvolvimento desta infecção. Sabe-se que 10 a 20% de todas as mulheres adultas sofrem ao menos um episódio de infecção urinária em alguma fase de suas vidas. Por possuírem a uretra mais curta que a dos homens, e uma localização mais próxima ao ânus, a cistite pode acontecer com mais frequencia nas mulheres e desencadear o mal recorrente.  

Mais informações sobre prevenções e tratamento podem ser encontradas neste site.

SP alerta para cuidados com a saúde no tempo seco

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Baixa umidade do ar, mais comum a partir de maio, pode ocasionar sintomas como
ressecamento dos olhos até o agravamento de problemas respiratórios


A partir de maio, a umidade relativa do ar tende a cair com mais frequência. A consequência do chamado tempo seco para a saúde vai desde ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz, por exemplo, até o agravamento de doenças respiratórias.

Para evitar ou minimizar a ocorrência de problemas de saúde em decorrência do tempo seco, a  Secretaria de Estado da Saúde indica alguns cuidados importantes.

Crianças e idosos são os mais afetados pela baixa umidade do ar. Por isso, é necessária atenção especial a esses dois grupos de pessoas. O cuidado essencial, neste caso, é incentivar a ingestão de bastante água, além de sucos naturais feitos de maneira adequada, e água de coco.

Também é importante manter a  higiene doméstica, evitando o acúmulo de poeira, que desencadeia problemas alérgicos. Dormir  em local arejado e umedecido pode contribuir para uma noite de sono tranquila. Os ambientes podem ser umidificados com toalhas molhadas, reservatórios com água e até umidificadores. Recomenda-se, ainda, o uso de soro fisiológico para manter a lubrificação dos olhos.

A pele também merece atenção especial neste período. Evite banhos com água muito quente, que provocam o ressecamento da pele, e use sempre que possível um creme hidratante. Em caso de irritação das vias aéreas e dos olhos, use soro fisiológico para lavar os olhos e as narinas.

"São cuidados simples, mas que podem fazer toda a diferença neste período de tempo seco, ajudando a manter a saúde e a qualidade de vida de todos os paulistas", diz o coordenador estadual de Saúde, Ricardo Tardelli.

sábado, 21 de maio de 2011

ONG DCM participa da Pré-conferência Regional da Defensoria Pública

Fonte: Da Redação e Defensoria Pública do Estado de São Paulo


A ONG DCM - Defesa e Cidadania da Mulher participou neste sábado (21), das 9h às 13h, da Pré-Conferência do III Ciclo de Conferências da Defensoria Pública do Estado de São Paulo. O evento ocorreu na Unisanta (Rua Cesário Mota, 8, Bloco E, Santos) e a entidade representou a Sociedade Civil no eixo de Defesa dos Direitos da Mulher.

Segundo página do evento, o Ciclo de Conferências ocorre a cada 2 anos em todo o estado com o objetivo de identificar as principais demandas da sociedade civil, debater coletivamente políticas públicas e definir diretrizes para a atuação da Defensoria. O ciclo de conferências é composto por Pré-Conferências Regionais e a Conferência Estadual.


Após as 22 Pré-Conferências ocorrerá a Conferência Estadual, onde o debate é o conjunto de propostas apresentadas nos encontros regionais. A Conferência adota uma metodologia de trabalho participativa, que valoriza os mecanismos de interação entre os Defensores Públicos e a sociedade civil, representada por meio dos delegados eleitos nas Pré-Conferências.

Na reunião, a entidade conseguiu enviar, entre os 29 eixos, três propostas à Conferência de São Paulo,  que ocorre na Câmara Municipal de São Paulo, nos dias 12 e 13 de agosto, além de delegar a representante da DCM, Aglai Viriato, como uma das suplentes das seis delegadas designadas.

quinta-feira, 19 de maio de 2011

SAÚDE DCM - Evento

III Semana da Enfermagem e Serviço Social do Hospital Municipal Irmã Dulce, de 23 à 25 de maio.

Local: Anfiteatro do Hospital Municipal Irmã Dulce (Rua Dair Borges, 550, Boqueirão, Praia Grande)

Segunda- feira (23)

14h - abertura solene

Dr. Inacio Lopes Júnior, superintendente
Dra. Maria Alice Tavares da Silva, diretora clínica
Dr. Adilson Teixeira, gerente de Enfermagem
Sra. Márcia Diogo, gerente de Contratos
Sra. Renata Carvalho – assistente social

Palestrantes:
14h30 - Enfermeira Kelly Martins, da empresa Síntese, sobre o tema “Instrumentação Cirúrgica”

15h30 – Fisioterapeuta Denise Claro, do HMID, sobre “Atuação da Fisioterapia junto à equipe de Enfermagem”

16h30 – Cooffe break

Terça-feira (24)

Palestrante:
10h – Enfermeira Patrícia Formaggio, do SPOT, sobre o tema “Doação de órgãos”
11h30 – coffee break

14h – Ginástica laboral nas alas com o professor de Educação Física Felipe Bocusa

Quarta-feira (25)

Palestrantes:

9h30 – Assistente social Elizama Cabral Vasconcelos dos Santos, do Hospital Guilherme Álvaro, sobre o tema “Atuação do Serviço Social em Hospital”

11h – Médico psiquiatra Edson Matsumoto, do HMID, sobre o tema “Sensibilização no Cuidado da Enfermagem”

14h  – Enfermeira Sarah Munhoz, do Coren-SP, sobre o tema “Motivação e Liderança”

15h30 – Dinâmica com a coordenadora de Qualidade do HMID, Ângela Sartin

16h – Encerramento com homenagens e coffee break



Realização: Gerência de Ensino e Pesquisa em Enfermagem – Educação Continuada, Gerência de Enfermagem, Serviço Social e Comissão de Humanização

                                                                                                                       

terça-feira, 10 de maio de 2011

saúde dcm - Exame faz diagnóstico de câncer de colo de útero com até 20 anos de antecedência

Fonte: Da Redação

Existem mais de 200 tipos de HPV. Engana-se quem pensam que o vírus está relacionado somente com as partes íntimas das mulheres. A doença também atinge os homens. A boa notícia é que o HPV tem prevenção e diagnóstico precoce. O Exame Molecular Automatizado antecipa o diagnóstico dos casos de câncer em até 20 anos.Muito utilizado em países da Europa, o Exame Molecular Automatizado de HPV garante um trabalho ainda mais eficaz em comparação com o tradicional papanicolau na prevenção do câncer de colo de útero.

Com mais de 200 tipos diferentes de vírus, cerca de 15% deles estão associados diretamente com as causas de câncer das regiões da cabeça, pescoço e cavidade e 85% ao câncer de colo de útero, sendo transmitido, sobretudo, em relações sexuais desprotegidas.

SAÚDE DCM - Campanha de vacinação contra gripe entra na última semana

Fonte:  Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Idosos, gestantes e crianças entre 6 e 23 meses de idade devem receber a dose até sexta-feira

A campanha de vacinação contra a gripe termina na próxima sexta-feira (13), no estado de São Paulo. Balanço da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aponta que as gestantes têm a menor adesão entre os três grupos principais incluídos na campanha de vacinação contra a gripe deste ano.

Menos de 30% das grávidas haviam sido imunizadas até a última quinta-feira. Os postos de saúde abrem das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira. Na capital, as salas de vacina do Instituto Pasteur (avenida Paulista, 393) e dos terminais rodoviários do Tietê e da Barra Funda funcionam das 8h às 20h. O hospital estadual Emílio Ribas (avenida Dr. Arnaldo, 156, Cerqueira César) também vacina em horário estendido, das 7h30 às 18h30.

A Secretaria pretende imunizar 5,5 milhões de paulistas contra a gripe nesta campanha, entre crianças de 6 a 23 meses de idade, idosos com 60 anos ou mais e gestantes. A vacinação também vale para profissionais da saúde e indígenas.

As doses da campanha sazonal também irão imunizar a população contra a gripe A H1N1,
tipo que se disseminou pelo mundo na pandemia de 2009. Pela primeira vez, parte das
doses de vacina contra a gripe foram produzidas integralmente no país, pelo
Instituto Butantan, órgão da pasta.

"É importante que também as gestantes compareçam aos postos de saúde. A vacina da gripe não tem nenhuma contraindicação para mulheres grávidas. Pelo contrário. Lembramos que, durante a pandemia de gripe A H1N1 houve um índice preocupante de mortes entre as gestantes, e por isso elas foram incluídas no grupo prioritário da vacinação", diz Helena Sato, diretora de Imunização da Secretaria.

SAÚDE DCM - SP terá rede de diagnóstico de infartos à distância

Fonte: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Central do hospital estadual Dante Pazzanese vai analisar exames de pacientes que chegam em prontos-socorros com dores no peito

A Secretaria de Estado da Saúde da Saúde de São Paulo decidiu implantar uma rede para identificar, à distância, pacientes com síndrome coronária aguda que dão entrada em hospitais e prontos-socorros do Estado.

O sistema, conhecido como Point of Care Test, é considerado o mais moderno para verificar os níveis de troponina, importante marcador de necroses, para diagnosticar angina instável ou mesmo infarto do miocárdio.

Tendência mundial no mercado de diagnóstico, o Point of Care Test (POCT) funciona como um teste portátil de laboratório, ou, mais popularmente conhecido como teste laboratorial à beira do leito, tem a mesma dimensão de uma máquina de cartão de crédito. No lugar do leitor magnético, há um cartucho descartável para ser inserida a amostra de sangue.

Outra vantagem deste teste é a quantidade da amostra: por apenas uma picada no dedo, já é possível conseguir a quantidade de sangue suficiente para verificar o nível de troponina, por exemplo.

A agilidade no resultado por meio destes testes, 10 minutos para o valor da troponina, por exemplo, é outro diferencial a ser considerado, pois permite um diagnóstico mais preciso.

Procedimento

O paciente é submetido a um exame de eletrocardiograma que, aliado a informações clínicas, indicam um possível quadro de infarto.

O teste é transmitido, junto com o eletrocardiograma, por sinal de telefonia celular ao hospital estadual Dante Pazzanese, onde cardiologistas de plantão fazem o diagnóstico. Três hospitais da rede estadual (o Conjunto Hospitalar do Mandaqui, Hospital Regional de Ferraz de Vasconcelos e o Instituto Dante Pazzanese) participam do projeto-piloto, e a meta é expandir progressivamente o sistema para todas as unidades com atendimento de urgência, com o objetivo de diminuir a mortalidade por infartos.

"Queremos que todos os hospitais da rede pública paulista alcancem os índices de padrões mundiais de detecção de infartos que hoje o Dante Pazzanese já possui", explica Ricardo Tardelli, coordenador estadual de Saúde.

Sobre o tele-eletrocardiograma

Idealizado pela divisão de Bioengenharia do Dante, e sob coordenação do engenheiro Dr. Cantídio de Moura Campos Neto, o serviço utiliza sinal de celular para encaminhar o exame à Central de Laudos e enviar o laudo à unidade solicitante, em um período médio de 20 minutos.

O serviço de tele-eletrocardiograma conta com uma equipe especializada de  14 cardiologistas e mantém em pleno funcionamento 24 horas por dia, no ano inteiro, o que elimina distâncias e permite um diagnóstico mais rápido e preciso, com laudos emitidos por especialistas.

Em todo o Estado já são 75 hospitais, ambulatórios e postos de saúde integrados à Central de Laudos do Instituto Dante Pazzanese. Em 2010, mais de 170 mil exames foram realizados por este sistema.

MULHERES DE GARRA - Bisavó de 68 anos é a mais bela idosa de SP

Fonte e foto: Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo

Maria Conceição Liberato ganhou o título do concurso da Secretaria de Estado acirrada disputa com mais 24 idosas

Bisavô de três netos aos 68 anos, a aposentada e dona de casa Maria Conceição Liberato é a mais bela idosa da cidade de São Paulo. Eleita em concurso promovido pela Secretaria de Estado da Saúde no Instituto Paulista de Geriatria e Gerontologia (IPGG) na tarde do dia 5 de maio, ela disputou o título com outras 24 semifinalistas.

Coroada por Marlene Mazzeo, ganhadora do concurso em 2010, Conceição concorreu pela primeira no concurso e comemorou o título ao lado de toda a família. "Minha filha foi quem me inscreveu no concurso e meu marido, que é modelista, fez o meu vestido e meu penteado", conta Marlene.

Casada há três anos, a mais bela idosa de São Paulo conheceu seu marido, José Ademar, 54,em um baile da terceira idade. "Eu amo dançar e tive sorte na hora em que encontrei meu marido. Ele que fez tudo, até a minha unha", diz Marlene. Com oito filhos e 16 netos, a ex-segurança feminina cuida da casa,  cria um
neto de 10 anos, acorda cedo todos os dias e ainda encontra tempo para dançar.

"Tem gente que não valoriza os idosos. Mas nós temos muito valor. Eu me sinto muito bem e sou muito orgulhosa de mim, pois criei meus filhos sozinha e hoje vejo que todos são muito bons", diz Marlene.

Além da mais bela idosa de, também foram eleitas as Misses Beleza, Simpatia, Elegância, Sorriso e Timidez. "Concursos como esses são fundamentais para a autoestima e saúde das idosas. Além delas interagirem com outras idosas, elas se divertem, o que é o mais importante", diz o  coordenadora do Centro de Convivência do IPGG, Nilton Guedes.

SUSTENTABILIDADE DCM - Brasil terá nova forma para descarte de lixo em 2012

Fonte: por Secom em 09/05/2011 20:12

Processo para instalação da logística reversa envolve governos, empresas e cidadãos


A partir do segundo semestre de 2012, o Brasil vai implementar uma nova forma de lidar com o descarte de cinco grupos de resíduos. Serão estabelecidas regras fixas para produtos como eletroeletrônicos; remédios; embalagens; resíduos e embalagens de óleos lubrificantes; e lâmpadas fluorescentes de vapor de sódio e mercúrio e de luz mista. É o começo do processo para a instalação da logística reversa, o principal instrumento da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS).

A lei 12.305, de agosto de 2010, definiu que na logística reversa todos os fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes e cidadãos têm responsabilidade compartilhada na correta destinação do produto adquirido. Sua implementação vai garantir o aumento do percentual de reciclagem no Brasil. Atualmente, o País recicla pouco. Um percentual de resíduos secos que podia atingir a casa dos 30%, não passa hoje de cerca de 13%.

A ideia central é que a vida útil do produto não termina após ser consumido, mas volta a seu ciclo de vida, para reaproveitamento, ou para uma destinação ambientalmente adequada. Outro caminho que vai garantir ao Brasil o aumento da reciclagem é o da coleta seletiva. Além de significar uma economia anual aos cofres da União da ordem de R$ 8 bilhões, o aumento da reciclagem também vai evitar que esses resíduos cheguem aos aterros sanitários.

Grupos - Na última quinta-feira (5), foram instalados cinco grupos de trabalho para implementar este tipo de logística. As cadeias que farão parte deste primeiro grupo são: eletroeletrônicos; lâmpadas de vapores mercuriais, sódio e mista; embalagens em geral; embalagens e resíduos de óleos lubrificantes; e o descarte de medicamento.

Esses grupos de trabalho vão debater e definir quais os tipos de produtos de cada cadeia e os tipos de resíduos que serão submetidos à logística reversa. Foram convidados a participar destes grupos todos os atores envolvidos dentro da cadeia de responsabilidade compartilhada, como importadores, fabricantes, distribuidores, comerciantes, o Movimento Nacional de Catadores de Material Reciclável, representantes dos estados e dos municípios.

Os grupos de trabalho serão responsáveis por definir, por exemplo, como será custeado todo o processo e quem vai arcar com ele. A segunda etapa será a elaboração de um estudo de viabilidade técnica-econômica para as cadeias e depois a definição de subsídios para elaboração de um edital onde o governo federal convoca um acordo setorial para cada uma das cadeias. Atualmente quatro setores já implementam a logística reversa: agrotóxicos; pilhas e baterias; pneus e óleos lubrificantes.

Logística reversa - A logística reversa é um conjunto de ações, procedimentos e meios destinados a viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos ao setor empresarial, para reaproveitamento, em seu ciclo ou em outros ciclos produtivos, ou outra destinação final ambientalmente adequada.

NOTA DA REDAÇÃO DCM:

Para essa nova fase de descartes e abolição do uso de Sacolas Plásticas a DCM oferece uma nova forma de carregar as compras e objets. CONSULTE-NOS (Linha SocialEco): 3495-4913.



segunda-feira, 9 de maio de 2011

Sustentabilidade: A partir de hoje, supermercados começam a cobrar por sacolas plásticas

Fonte: Da Redação

O secretário de meio ambiente, Bruno Covas é um dos idealizadores do Projeto, que visa a preservação do meio ambiente

Durante a abertura do 27º Congresso de Gestão e Feira Internacional de Negócios em Supermercados, organizada pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) que aconteceu na manhã de hoje (9), o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o secretário estadual do Meio Ambiente, Bruno Covas, assinaram um convênio que elimina a distribuição gratuita das sacolas plásticas em todo o Estado.

Estima-se que a distribuição das embalagens custe para os supermercados até 1% do faturamento de um supermercado, assim, como as sacolas custaram R$ 0,19 cada, os logistas terão um incremento nas vendas. Os clientes também terão que comprar mais sacos de lixos, já que muitas das sacolas são reutilizadas nas residências.

O valor estipulado pela Apas não é muito diferente do preço cobrado pelos sacos de lixo vendidos nas prateleiras dos supermercados, que costumam oferecer o produto com suas marcas próprias, mais baratas que as marcas de terceiros. A sacola dos supermercados pode, em alguns casos, custar até caro para o consumidor.

Uma embalagem com 50 unidades de sacos de lixo para pia e banheiro (com redução de odores) custa R$ 8,55 em uma rede de supermercados da cidade de São Paulo, ou o equivalente a R$ 0,17 por unidade.

O convênio entre o governo e a Apas não terá força de lei, o que quer dizer que ninguém será multado se não respeitá-lo, mas deve incentivar as redes de supermercados a deixarem de fornecer as embalagens. De acorodo com a Apas, em Jundiaí, onde um projeto-piloto foi implantado em 2010, a aprovação dos consumidores foi de 75% e houve uma grande redução no desperdício de sacolas plásticas. Em um mês, de acordo com a entidade, os supermercados retiraram 80 toneladas de sacolas plásticas, enquanto o total de unidades vendidas de sacos de lixo cresceu bem menos, em apenas cerca de 20 toneladas.